• Roberto Figueiredo

A manipulação segura dos alimentos

Aqui nas perguntas frequentes do site da InPllace há uma questão muito pertinente que estabelece a diferença entre "arrumação" e "organização" e mostra que organizar não é simplesmente colocar as coisas em ordem no seu lugar. Muito mais do que isso, a organização (profissional, nesse caso), envolve a criação de novos hábitos e a adoção de técnicas para se ter uma vida mais funcional.


Ora, os nossos alimentos são uma parte muito importante da nossa vida, concordam? Talvez sejam a parte mais importante da nossa vida. Então como a organização poderia deixar de fora a forma como manipulamos os nossos alimentos?


A Adriana, uma personal organizer experiente, ajuda os seus clientes a comprar alimentos na quantidade correta, armazená-los de forma adequada e usar as ferramentas apropriadas para manter tudo em ordem. Neste texto, eu vou te dar algumas dicas de como manipular os seus alimentos da hora de prepará-los.


Vamos lá, então?

1) Utilizar sempre termômetros para alimentos

Sempre utilize um termômetro para alimentos, quando você cozinhar alimentos para verificar a temperatura adequada. Os alimentos têm que atingir a temperatura interna entre 75 a 80 °C. Isso é importante para assegurar a eliminaçao de todos os microorganismos presentes nesse alimento.

Termômetro para alimentos

Além disso, algumas outras dicas são pertinentes:

  • Os ovos cozidos devem apresentar claras e gemas duras, firmes. No caso de utilizar ovos que, dentro da receita, permaneçam crus, utilizar pasteurizado. O mesmo vale pra quem gosta daqueles ovos com a gema mole!

  • Quando cozinhar em microondas, cobrir o alimento (nunca com plástico), deixar uma pequena abertura para escape de vapor.

  • Quando aquecer carnes, legumes e hortaliças enlatadas (ex. palmito), cozinhe por 10 a 20 minutos sob fervura e misturar com uma colher. Este procedimento elimina risco de botulismo.

2) Lave frutas, legumes e hortaliças

Aqui a organização é essencial! Uma dica: vá as compras somente quando tiver tempo para chegar e higienizar tudo. A lavagem de frutas, legumes e hortaliças com água corrente remove algumas bactérias e vírus e também muitos resíduos de praguicidas. Não use sabão ou detergentes. Não coma as folhas exteriores de repolhos e alfaces (hortaliças copadas). Remova as áreas e folhas com perfurações, escuras ou defeituosas, pois as bactérias crescem rapidamente nelas.


Para uma medida a mais de proteção contra bactérias, pode ser utilizada uma solução desinfetante a base de cloro ou 1 colher de sopa de água sanitária (de boa procedência e não odorizada)

Hortaliças em lavadas são um cuidado com a saúde

Lavar as mãos antes e depois de manipular alimentos

Lave as suas mãos com água quente e sabão antes e após manipular alimentos, sejam quais forem. Caso contrário, você pode espalhar microrganismos de um alimento para outro.

Lavar tábuas de corte, pratos e pias

Lavar sua tábuas de corte, pratos e pias com água quente e sabão, após preparar cada alimento e antes de iniciar nova preparação. Estes procedimentos auxiliam para evitar a expansão de microrganismos de um artigo para o próximo.


Após a lavagem, é indicada a passagem de uma solução de água sanitária (2 colheres de sopa por 1 litro de água)

Evite contaminação cruzada

A contaminação cruzada ou secundária se refere a como microrganismos podem ser espalhados de um alimento até outro.


Bem, na realidade a contaminação cruzada também pode se referir à contaminação dos alimentos com glúten no caso de celíacos, mas não é desse tipo de contaminação cruzada que estamos falando aqui...


A contaminação secundária (cruzada) pode acontecer nas pias, em tábuas de corte, na geladeira, nos carrinhos de compra nos supermercados e nas grelhas.

  • Se possível, utilizar tábuas de corte diferentes para carnes cruas, aves e frutos do mar.

  • Nunca coloque carnes cozidas, aves preparadas ou frutos do mar cozidos em pratos que anteriormente tiveram alimentos crus em contato.

  • Sempre lave as mãos e utensílios com água quente e sabão após o contato destes com carnes cruas, aves, frutos do mar e ovos.

Estocar alimentos frescos ou cozidos prontamente, em temperaturas adequadas

Aqui cabem várias pequenas dicas:

  • Refrigere rapidamente os alimentos (no máximo duas horas após a cocção).

  • Não utilize ou guarde o alimento se ele ficou por mais de duas horas a temperatura ambiente.

  • Não teste o sabor, pois microrganismos patogênicos não alteram as características organolépticas dos alimentos

  • Mantenha a temperatura da geladeira abaixo de 5 °C ou menos e seu freezer a -17 °C.

  • Nunca descongele alimentos a temperatura ambiente. Utilize geladeira ou microondas (não utilizar cobertura de plástico ou potes plásticos)

Alimentos armazenados corretamente duram mais e são mais saudáveis. Aqui, a personal organizer pode ajudar como ninguém

Usar água tratada

É um pouco absurdo ter que enfatizar esse ponto, mas ainda é necessário. Dê preferência para utilização de água tratada. Quando filtrar, troque periodicamente seu elemento filtrante. Higienize corretamente suas caixas d’água.

Cuidados com produtos de limpeza

Não prepare os alimentos em locais que contiverem resíduos de produtos de limpeza comerciais. Tome cuidado com sprays que, ao serem utilizados em locais altos como topos de janela e vidros, podem formar uma “névoa”, chegando até o alimento.


Todas essas dicas são também parte do trabalho da personal organizer e contribuem para melhorar a vida de profissionais de saúde como eu e também a sua vida. Então, sigam essas dicas e sejam saudáveis!


Até a próxima!

0 visualização