• Roberto Figueiredo

Como a organização pode ajudar a evitar doenças de inverno

O inverno é a estação do ano que tipicamente vem acompanhada de muitas doenças e enfermidades, principalmente nos estados do Sul do país, onde as variações de temperatura e umidade são mais pronunciadas. Os ambientes frios e úmidos, e a tendência de mantê-los fechados por mais tempo criam um ambiente propício à proliferação de fungos, vírus e parasitas que causam uma lista enorme de doenças respiratórias.


Quem mora nos estados mais frios sabe que há certas precauções que podemos e devemos tomar para evitar pelo menos uma parte das chamadas "doenças de inverno". E já que estamos escrevendo para um blog de organização, podemos nos perguntar: é possível usar as técnicas e boas práticas da organização de ambientes para nos ajudar a afastar o risco dessas enfermidades? A resposta, como você já espera, é sim!


Vejamos, então, como o olhar da organização pode nos ajudar nesta estação do ano:


Cuidados com as roupas de cama

É essencial lavar os cobertores pelo menos uma vez a cada 10 dias, secar muito bem ao sol, colocar em sacos de TNT (Tecido Não Tecido) fechar e guardar. No caso das roupas de cama usadas por pessoas com problemas respiratórios, uma dica bacana é levar os cobertores e agasalhos de lã ao freezer por 12 horas (dentro de sacos plásticos). Este procedimento mata os ácaros, que não suportam o frio intenso. Depois, basta guardar em armários protegidos.


Por falar em ácaros, muita gente nem sonha, mas pode estar dormindo com milhões e até mesmo trilhões desses inimigos invisíveis, verdadeiros vilões para quem sofre de asma ou rinite, e que adoram dividir a cama com os humanos. Para combater a multiplicação desses visitantes desagradáveis, é preciso manter a higiene de colchões e travesseiros em dia. Porém aqui é importante fugir de soluções que viraram senso comum, mas são ineficazes, como expor os itens ao sol, por exemplo. O sol tem ação de desinfecção por ultravioleta, é certo. Só que esse raio só pega na superfície dos tecidos, enquanto os ácaros estão nas camadas mais internas. O calor vai aquecer a gordura do corpo, deixando-a em uma temperatura ótima para os ácaros se alimentarem. É como um banquete. Portanto, a dica para arejá-los é colocá-los para secar, sempre à sombra. 

Favoreça a circulação do ar

Importante não esquecer que no inverno há uma quantidade maior de ar frio, que é mais pesado que o ar quente o que prejudica ou impede a renovação de ar e favorece o acúmulo de poluentes em locais com maior concentração de pessoas. Portanto, evite aglomerações (e não só por causa do coronavírus!). Nos casos de ônibus, metrôs e transporte público em geral, não esquecer de deixar algumas janelas abertas, por mais frio que pareça, pois isso facilita a renovação de ar e reduz a concentração de poluentes.

Cuidados com a alimentação

Por fim, alimente-se bem, mas sem exageros. A baixa rotina de exercícios físicos aliada a uma alimentação excessivamente calórica (feijoadas, churrascos, massas, doces, etc), algo naturalmente desejado pelo nosso corpo em temperaturas mais frias para estimular a produção de calor, pode trazer problemas de obesidade entre outras complicações.


Exercícios controlados aliados a uma alimentação equilibrada trazem bem-estar e te preparam para uma primavera e verão cheias de alegria e de saúde.


Bom final de inverno para todos!

9 visualizações