• Meillyn Lemos

Rotina e Organização

Não vamos negar que todos nós já cansamos dessa tal pandemia não é mesmo? Essa incerteza sobre o vírus, o mercado de trabalho, se isso vai acabar esse ano e outras dúvidas a mais, causam cada vez mais novas sensações e comportamentos atípicos em todas as pessoas, seja criança, adulto ou idoso. E a organização anda junto com esse contexto.

A rotina já não é mais a mesma! E faz tempo. Ainda mais daquelas que tem dois filhos e meninos, como eu. As crianças manifestam atitudes e comportamentos diferenciados diante do caos: são mais inquietos ou melancólicos, agressivos ou carentes; ainda tem o descontrole que faz com que haja uma mistura destes sentimentos, reflexo claro daquilo que vivemos atualmente.




É fácil falar e pensar que estamos apenas passando por um período de mudança necessária para que o "mundo melhore", porém na prática a coisa não acontece bem assim.

A organização, como prática de conforto e estilo de vida, precisa valer com bem mais força neste momento. A organização é como a "chave mental" para o equilíbrio acontecer, pois torna a nova rotina que hoje é incerta, em algo agradável e seguro emocionalmente, já que é através dela que conseguimos controlar o que fazemos, pois é uma ação manifestada.

Uma casa sem rotina fica estressante, mas uma casa sem organização também ficará. E a pergunta de um milhão de reais é: Quem ficará mais estressado atualmente?

Na minha casa, o fato dos meus filhos não saberem muito bem o que está acontecendo no mundo, causa um movimento diferente no comportamento devido à diferença da rotina. Portanto, a organização das tarefas escolares, bem como a organização da casa favorece a ideia de que o lar é o lugar mais seguro e agradável no momento. #fiqueemcasa

Desta forma, estabeleci uma rotina de organização para que eles se sintam mais confiantes e acreditem sim, que a vida continua, mas num ritmo bem diferente. Gosto de listar algumas dicas interessantes para manter com as crianças e que contribui também para o equilíbrio da mãe, pois essa pessoa que vos fala, já "pirou" algumas vezes, afinal, "em casa de ferreiro, o espeto é de pau" não é?

Então seguem as dicas para manter o equilíbrio emocional através da organização:

  • sempre arrume a cama ao levantar

  • mantenha o horário das refeições como hábito

  • organize o material de estudo e da aula online

  • guarde todo o brinquedo após brincar

  • mantenha horário do banho e da higiene

  • pense positivo e peça pro dia seguinte um novo dia melhor e mais tranquilo (Esse sou sempre eu que peço)



Como premissa, a organização de tarefas já faz parte do equilíbrio emocional há muito tempo, pois gera um sentimento de adequação, pertencimento e satisfação. Hoje em dia, essa habilidade precisa ser treinada e executada diariamente para que não ocorra os tais "rompantes emocionais" e aumente o desgaste no convívio entre todos.

Para finalizar, quero te desafiar a tornar seu dia-a-dia mais feliz, estabelecendo um "novo normal" através de movimentos de ações constantes. Estes movimentos são importantes para conduzir suas tarefas com mais clareza e otimismo, bem como organizar sua mente e proporcionar uma melhor capacidade de organizar sua casa. Aliás, uma casa organizada gera uma mente descansada e o que mais precisamos no momento é sentir conforto e acolhimento emocional.

Com tudo isso, quero deixar pra você uma leitura de positividade e consciência pois quando tudo isso passar você ter total clareza e ordem sobre sua nova forma de viver. A organização é a sua peça chave para viver em harmonia, seja com você mesmo ou com as pessoas ao seu redor.

0 visualização